Justiça nega pedido para suspender reajuste da tarifa de ônibus de Cuiabá

A justiça negou o pedido de liminar da vereadora de Cuiabá, Edna Sampaio, contra o reajuste da tarifa de ônibus de Cuiabá.

A decisão do juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara de Ação Civil Pública e Popular, foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) de segunda-feira, 23 de maio de 2022.

Com isso, fica mantido o reajuste da tarifa de ônibus de R$ 4,10 para R$ 4,95 que passou a vigorar no dia 9 de maio.

Deixe um comentário