Paralisação de ônibus em Cuiabá: Emanuel Pinheiro esclarece problemas de gestão da empresa

88
Volvo
Foto: Divulgação/Volvo

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), esclareceu que a paralisação de ônibus na região sul da cidade na semana passada ocorreu em função de problemas de gestão da empresa Caribus, que representa 20% da frota de transporte coletivo.

Ele enfatizou que não foi um problema administrativo da Prefeitura e que as outras duas empresas, que compõem cerca de 80% da frota, operaram normalmente.

A Caribus atribuiu o atraso no pagamento de benefícios à falta de repasses adequados e insuficientes da Prefeitura.

Pinheiro também explicou a dívida de R$ 200 milhões da Prefeitura com o transporte coletivo, resultante do uso do passe livre e destacou que o déficit se relaciona à gratuidade que a Prefeitura precisa subsidiar.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui